TopFranquicias España ESPAÑA       TopFranquicias Portugal PORTUGAL        MÉXICO      

Procura de Franchising


ranking franchising
os mais lucrativos
baixo investimento
franchising premium
os mais inovadores
novos franchising
franchising de sucesso

Lista de Notícias

Lista de Notícias da Economia

Subscreva-se ao Boletim
 
Nome:
Apelidos:
e-mail:
C.P.:
 



SONAE CAPITAL REGISTA VENDAS DE 101,9 MILHÕES DE EUROS NO 1º TRIMESTRE, COM A INTEGRAÇÃO DA FUTURA ENERGÍA INVERSIONES
•Vendas consolidadas beneficiam da integração da Futura Energía e do crescimento das unidades de Fitness, Engenharia Industrial e Activos Imobiliários
•EBITDA das unidades de negócio aumentou 6,2%, para 5,2M€
•Resultado líquido foi de -5,4M€, penalizado pelo ambiente decorrente da COVID-19
•Investimento ascendeu a 7,6M€, com avanços no desenvolvimento da central de cogeração alimentada a biomassa, na Energia, e a implementação do plano de expansão no Fitness
•Solidez financeira reforçada, contando com 73,5M€ em liquidez e linhas disponíveis


2.MENSAGEM DO CEO DA SONAE CAPITAL, MIGUEL GIL MATA
“Como sabemos, o primeiro trimestre de 2020 encerrou num contexto muito particular, que trouxe um desafio sem precedentes para a Sociedade, Estados, Empresas ou Indivíduos.
Não obstante, as Unidades de Negócio da Sonae Capital registaram ainda um desempenho positivo, quer ao nível do Volume de Negócios, quer do EBITDA. Na Unidade de Activos Imobiliários, dando cumprimento ao plano de monetização em curso, completámos escrituras no valor de 3,8 milhões de euros, às quais acresce uma carteira de CPCVs e Reservas de 38,3 milhões de euros.
No contexto do portefólio de negócios da Sonae Capital, o nosso segmento de Energia não foi sujeito a impactos materiais decorrente da pandemia COVID-19, mas noutros segmentos, nomeadamente Engenharia Industrial e Activos Imobiliários, já se fez sentir um abrandamento nos níveis de actividade, enquanto que os restantes segmentos, como Fitness, Hotelaria e Tróia Operações, viram as suas operações suspensas a partir de meados de Março. Como tal, os Resultados que hoje anunciamos encontram-se parcialmente impactados pela pandemia COVID-19, sendo que, no segundo trimestre, o impacto será mais severo por abarcar meses de encerramento completo destas unidades. Por outro lado, estamos a preparar activa e cuidadosamente as condições para uma pronta reabertura em total segurança, para colaboradores e clientes.
Ainda assim, os dois primeiros meses do ano decorreram de forma bastante favorável na generalidade dos segmentos, sendo de assinalar a evolução positiva do EBIT das Unidades de Negócio, com um crescimento de 66% face ao período homólogo de 2019. À data deste relatório, fruto das operações de refinanciamento que têm vindo a ser efectuadas, apresentamos cash e linhas disponíveis no montante de 72,5 milhões de euros, contribuindo assim para o aumento da resiliência do nosso Balanço o que, no contexto actual, permite encarar os próximos meses com confiança e a continuar a perseguir os objectivos estratégicos do Grupo.
Não posso deixar de agradecer a todas as nossas pessoas pela tenacidade com que têm actuado, enfrentando os obstáculos que esta pandemia nos impôs, mas também marcando a diferença em situações que ultrapassam o âmbito das suas funções, como é o caso das equipas de Hotelaria, que têm recebido, nas nossas Unidades Hoteleiras, profissionais de saúde que se encontram na linha da frente, ou das equipas da CapWatt e da ADIRA, que colaboram num projecto de fabrico de ventiladores promovido pelo CEiiA. É em momentos como estes que as pessoas e as organizações se reinventam e se distinguem, assegurando as condições para preparar um futuro onde, estou convicto, todos ficaremos mais fortes.”


3. ANÁLISE CONSOLIDADA
A Sonae Capital prosseguiu com a sua estratégia de crescimento nos primeiros meses de 2020, fomentando o desenvolvimento dos vários negócios. O Grupo continuou a aumentar as vendas e a reforçar a rentabilidade operacional das unidades de negócio, pese embora a pandemia COVID-19 ter vindo impactar os resultados até aí alcançados.
Assim, o Volume de Negócios consolidado ascendeu a 101,9 M€ no primeiro trimestre de 2020 (1T20), triplicando face aos 33,9M€ verificados no período homólogo de 2019. O Volume de Negócios das Unidades de Negócio situou-se em 97,8M€, registando um aumento significativo quando comparado com o valor de 31,3M€ registado no 1T19. Este desempenho traduz, principalmente, o contributo do negócio de Trading e Comercialização de Energia, decorrente da integração da Futura Energía Inversiones no segmento de Energia, mas também dos segmentos de Engenharia Industrial e Fitness, que reforçaram o seu contributo para o Volume de Negócios. No mesmo período, o Volume de Negócios da Unidade de Activos Imobiliários aumentou 20,5%, para 5,5M€, devido ao desempenho da unidade de Outros Activos, que mais do que duplicou face ao 1T19, nomeadamente devido à venda do activo “Casa da Ribeira” por 1,5M€.
O EBITDA das Unidades de Negócio aumentou para 5,2M€, 6,2% acima do primeiro trimestre de 2019, gerando uma margem de 5,4%, tendo o EBITDA consolidado ficado em linha com o ano anterior, nos 4M€.
Apesar do forte crescimento das vendas e da melhoria dos resultados financeiros, o Resultado Líquido situou-se num valor negativo de 5,4M€, penalizado pelo ambiente decorrente da COVID-19.
A Sonae Capital continuou a desenvolver a sua estratégia, com o Investimento bruto a situar-se em 7,6M€ no primeiro trimestre de 2020, em virtude dos investimentos em curso no segmento de Energia, nomeadamente no projecto de desenvolvimento da central de cogeração alimentada a Biomassa, e no segmento de Fitness, que prosseguiu com o seu plano de expansão.
Ao nível da solidez financeira, fruto das operações de refinanciamento e reforço de liquidez efectuadas, à data, o Grupo dispõe de liquidez e linhas de crédito no montante de 72,5M€. Desta forma, a Sonae Capital aumentou a resiliência do seu balanço, o que lhe permite encarar os tempos de incerteza que se avizinham com maior confiança.

4. ANÁLISE DAS UNIDADES DE NEGÓCIO
Energia acelera crescimento com Futura Energía Inversiones e prossegue o investimento na nova central a biomassa
O segmento de Energia registou um volume de negócios de 80,5M€ no 1T20, mais do que quintuplicando face aos 14,0M€ do período homólogo, e o EBITDA cresceu 6,2%, para 3,8M€. Na sequência da aquisição da Futura Energía Inversiones, o segmento de Energia consolida, desde 1 de Agosto de 2019, dois negócios distintos: o negócio de Produção, onde se incluem as operações de Cogeração e Renováveis, e o negócio de Trading e Comercialização, onde se inclui a operação desenvolvida pela Futura Energía Inversiones.
O CAPEX do segmento situou-se em 3,6M€, sendo de destacar o investimento na nova central termoeléctrica de cogeração alimentada a biomassa florestal, cujo arranque se encontra programado para o segundo semestre de 2020.
Fitness em forte crescimento e aposta no online, com o lançamento do ginásio-online
No primeiro trimestre de 2020, o Volume de Negócios do negócio de Fitness aumentou 6,2%, para 10,7M€, impulsionado pelo número superior de sócios activos, que ascendeu a 105 mil, 17,8% acima do período homólogo de 2019. O EBITDA consolidado situou-se em 3,3M€, o que representa um crescimento de 1,8% face ao 1T19.
Este foi um forte desempenho, tendo em conta que foi significativamente impactado pela suspensão preventiva da actividade da totalidade dos Clubes, desde o dia 14 de Março de 2020, e consequente perda de receitas associadas às mensalidades dos sócios. De destacar que o desempenho do segmento de Fitness, ao mês de Fevereiro de 2020, evoluía de forma bastante positiva, registando aumentos do Volume de Negócios e do EBIT de 16% e 40%, respectivamente, face ao período homólogo de 2019.
Desde a data de encerramento dos Clubes, a SC Fitness continuou a investir na relação de proximidade com todos os seus sócios, incentivando-os na prática regular de exercício físico através da disponibilização de aulas online. Em paralelo, é de salientar o lançamento do ginasio-online.pt, o primeiro ginásio 100% virtual português, que disponibiliza 250 novas aulas todos os meses das mais variadas modalidades de fitness, assim como vários conteúdos ligados à saúde e bem-estar. Num cenário de continuidade, esta plataforma poderá constituir um complemento muito relevante à operação dos Clubes, contribuindo para tornar a oferta deste segmento ainda mais distintiva. O negócio de Fitness conta com 37 em Clubes, dos quais 21 Clubes Solinca, 15 Clubes Pump e 1 Clube ONE.
De realçar que o investimento registado no período situou-se em 1,8M€, essencialmente devido ao plano de expansão em curso.




PARTNERS:

Bestfranchising Consulting   Aviñal Abogados   Franchise Magazine   Vieira   APF   ACB Braga   New Alliance   FERPOS   Millenium bcp

O melhor directório de franchising na web organizados por sector e actividade. Nosso sistema de procura põe à sua disposição todas as oportunidades de negócio do mercado com a lista de franchising mais completa de Portugal. Confira a informação a respeito dos sectores de seu interesse. Encontre o negócio que mais se ajuste às suas necessidades com ajuda de nossos assessores. Obtenha grátis o seu plano de viabilidade económica e registre-se em nosso boletim de notícias especializado em franchising.


Rss de TopFranquicias.es BestFranchising.pt Todos os direitos reservados 2013 - Sobre uso de dados pessoais

Telemóvel: 00351-91-3305139

Tarifas bestfranchising