TopFranquicias España ESPAÑA       TopFranquicias Portugal PORTUGAL      

Procura de Franchising


ranking franchising
os mais lucrativos
baixo investimento
franchising premium
os mais inovadores
novos franchising
franchising de sucesso

Lista de Notícias

Lista de Notícias da Economia

Subscreva-se ao Boletim
 
Nome:
Apelidos:
e-mail:
C.P.:
 



PREÇO DO M2 NO CONCELHO DE LISBOA SÓ CRESCEU 1,4% NO ÚLTIMO ANO

Para a RE/MAX, dados do INE demonstram que não existe uma “bolha” imobiliária em Portugal
Concelhos em que os preços mais têm aumentado localizam-se nas periferias de Porto e Lisboa, mas RE/MAX acredita que valores vão começar a conter-se em 2019


O preço médio do m2 na avaliação bancária (apartamentos e moradias) em Portugal cresceu 5,5% entre abril de 2017 e abril de 2018 em comparação com período homólogo. Um crescimento moderado que, para a RE/MAX Portugal, rede imobiliária líder no mercado, demonstra que não há sinais de uma “bolha” imobiliária no país ao contrário do que se tem especulado. Analisando os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), verifica-se que este indicador aumentou apenas 1,4% no concelho de Lisboa nesse período (concretamente de 2095€/m2 para 2125€/m2).

“No mercado atual há um equilíbrio de mais-valias para todos os intervenientes, ou seja, o comprador sabe que terá ganho no futuro, o proprietário consegue fazer um bom negócio e a Banca continua a ceder crédito porque, ao subirem suavemente, os preços garantem um melhor empréstimo”, explica Manuel Alvarez, Presidente da RE/MAX.

Preços contêm-se em Lisboa

Segundo a consultora, os preços no concelho de Lisboa tiveram um forte crescimento em 2015 e 2016 e agora começaram a conter-se. “O mercado manda. Quando não há margem para se continuar a aumentar os preços pois os compradores deixam de ter capacidade para os acompanhar, estes têm de estagnar”, como aponta o responsável.

No concelho do Porto ainda não se atingiu esse ponto e, neste período, o preço médio do m2 aumentou 11,3% (de 1514€ /m2 para 1685 €/m2).

É, porém, nos subúrbios das duas principais cidades do país que os preços mais têm crescido – 18% em Amadora e Odivelas; 16% em Oeiras; 14% em Setúbal; 13% em Sintra; Entre 10 e 11% em Almada, Loures, Guimarães, Matosinhos e Vila Nova de Gaia; e 8% em Gondomar e Vila Nova de Famalicão.

“Os preços em Lisboa vão continuar a crescer, mas suavemente. Já os do Porto vão começar a conter-se tal como aconteceu na capital. Apesar disso, o valor do m2 nestes dois grandes centros urbanos tem levado os compradores a transferirem a sua intenção de compra para os subúrbios, como de resto acontece em Portugal há 50 anos, e daí o crescimento nestes concelhos superar a média nacional”, esclarece Manuel Alvarez, para quem “os preços vão continuar a crescer em 2018 e primeira metade de 2019. Depois, vão estagnar”, antecipa o Presidente da RE/MAX Portugal.

Manuel Alvarez recorda ainda que, não obstante o facto de Portugal estar na moda, equiparando-se em recursos e números do turismo a outros países europeus, “continuamos a ter o metro quadrado mais baixo da Europa.”




Veja o perfil dessa franquia


PARTNERS:

Bestfranchising Consulting   Aviñal Abogados   Franchise Magazine   Vieira   APF   ACB Braga   New Alliance   FERPOS   Millenium bcp

O melhor directório de franchising na web organizados por sector e actividade. Nosso sistema de procura põe à sua disposição todas as oportunidades de negócio do mercado com a lista de franchising mais completa de Portugal. Confira a informação a respeito dos sectores de seu interesse. Encontre o negócio que mais se ajuste às suas necessidades com ajuda de nossos assessores. Obtenha grátis o seu plano de viabilidade económica e registre-se em nosso boletim de notícias especializado em franchising.


Rss de TopFranquicias.es BestFranchising.pt Todos os direitos reservados 2013 - Sobre uso de dados pessoais

Telemóvel: 00351-91-3305139

Tarifas bestfranchising